No vai e vem das águas

Vai Rio, vai correndo e me molha…
deixa um pouco de você em mim
Não volta não, rio não volta, so vai , você já foi …
Se puder te encontro qualquer dia, la na foz onde você esta mais tranquilo.
Você passou tão depressa, mal deu tempo de te aproveitar, nem boiei em você me levou.
Talvez você nem reparou que estive em suas águas…
Gostaria de ter viajado em você.. te polui um pouco, mas isso passa, se recicla…
Siga seu curso .. natural se puder… se te deixarem…
Aproveite as chuvas, o lindo sol todo dia , os peixes que te fazem cócegas;
Quando passar em baixo de pontes, seus contornos, olhe para cima – vê se me vê jogando uma flor para você, junto com uma lágrima para te fazer crescer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: